Google+ Followers

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

O sectarismo excludente religioso práticado por alguns membros da Congregação Cristã no Brasil


Por Douglas Pereira da Silva

Recentemente, um grupo na rede social - facebook - formado por membros da Congregação Cristã no Brasil denominados de "Amizades CCB", divulgaram na respectiva página a seguinte mensagem:

"Nos somos a unica a eleita a amada de Cristo na Terra a escolhida essa é a única doutrina que pode levar aos céus doa a quem doer ninguém é obrigado a ir na Congregação e nem aceitar essa santa doutrina agora a inveja mata né".


Não há dúvidas de que o autor desta pérola, certamente movido de fanatismo religioso e total desconhecimento das Escrituras Sagradas, precise URGENTEMENTE de um sério acompanhamento psicológico, e ainda, possivelmente um tratamento psiquiátrico para curar tamanha sandice e loucura!

É inconcebível, dado o volume de informações que dispomos nesta modernidade, com o avanço tecnológico e a internet, encontrar na grande rede um grupo de cristãos (cristãos?) que pregam e ainda apoiam esse tipo de mensagem... É um perfil tipico, de um terrorista, integrante daqueles grupos radicais islâmicos que matam e morrem em nome de sua religião!

Nos tempos de Jesus, os discípulos também pensaram em plantar, no início da Era Cristã, um sectarismo religioso excludente, mas Jesus os repreendeu:

"E João lhe respondeu, dizendo: Mestre, vimos um que em teu nome expulsava demônios, o qual não nos segue; e nós lho proibimos, porque não nos segue. Jesus, porém, disse: Não lho proibais; porque ninguém há que faça milagre em meu nome e possa logo falar mal de mim. Porque quem não é contra nós é por nós”. (Marcos 9.38-40)

É oportuno citarmos neste ponto, as palavras do Dr. Ézio Luiz Pereira, quando dissertava sobre o comportamento sectarista praticada por membros de denominações evangélicas. Ele diz o seguinte: 


"Não raro se vê uma organização religiosa inflexível que se auto-proclama “igreja verdadeira”, “igreja perfeita”, “igreja mãe” (?!), “A Igreja Fiel” etc. Eis a resposta de Deus, no texto em epígrafe: “Porque não ousamos classificar-nos, ou comparar-nos com alguns, que se louvam a si mesmos, mas estes que se medem a si mesmos, e se comparam consigo mesmos, estão sem entendimento” (II Coríntios 10.12) e “Porque não é aprovado quem a si mesmo se louva, mas sim aquele a quem o Senhor louva” (II Coríntios 10.18). Assim diz o Senhor, pela boca de Salomão: “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda” (Provérbios 16.18). Outro texto na mesma linha: “Quem a si mesmo se exaltar será humilhado...” (Mateus 23.12)".

Ainda em seu artigo - "Sectarismo Religioso no Cristianismo" - ele observa:

"Sob esse viés, o sectarista religioso não tolera o outro, tal aquele que “não bebe do mesmo cálice”, “não acende a mesma vela”, não está “no mesmo ninho”, não navega “no mesmo barco” razão pela qual não consegue conviver com a diversidade doutrinária evangélica, porquanto se julga superior no conhecimento de Deus, vale dizer, se julga “representante exclusivo de Deus” e, segundo entende, monopoliza a “revelação”, como o faziam os fariseus dos tempos neotestamentários, o que se revela absurdo. Não há respaldo bíblico para essa tese. Assim, o referido comportamento é fruto de mente doentia, de idéia patológica, típica de quem não conhece, com profundidade, as Sagradas Escrituras. Toda interpretação textual traz a reboque um subjetivismo/relativismo questionável. E qual a interpretação correta? Sob o ponto de vista de quem?".

E concluí:


"Cristo convivia com a diversidade e nunca outorgou “mandatos” a quaisquer denominações eclesiásticas, como sendo “a verdadeira” ou identificável como tal. Ao revés. Cristo mantinha diálogo com grupos diferentes e os seus discursos mais rigorosos foram exatamente aqueles em confronto com os religiosos, máxime os fariseus. Quem incitou a crucificação do Messias foram religiosos sectaristas. Não se confunde igreja de Cristo com organização eclesiástica. A primeira é espiritual/virtual; a segunda é mensurável/visível. A primeira é difusa; a segunda é concentrada. A primeira não se limita a espaço e tempo; a segunda se demarca em circunstância espacial e temporal. A primeira não porta uma bandeira denominacional ou um rótulo; a segunda se identifica por uma bandeira representativa de uma logomarca exclusivista e excludente etc".


Portanto, acreditar na hipótese de que um prédio cinza por fora, de quatro paredes brancas por dentro, com sua liturgia e costumes é a detentora da graça de Deus na Terra, é, no minimo, chamar o Senhor Jesus de Incompetente por não ter salvado a todos os crentes que confiaram em sua obra redentora na cruz da calvário até 1910 - ano em que Louis Francescon fundou a Congregação Cristã no Brasil.

Que Deus perdoe este incauto, o autor da infeliz mensagem que blasfemou inconscientemente (?) do Senhor Jesus com tamanho desatino!

Oremos, para que Deus abra os olhos e o entendimento de quem professa esta estranha Fé - se é que podemos chamar isso de Fé (?) - para que também procurem a ajuda médica - caso seja necessário - para curar a loucura destes surtos religiosos.

SOLA PIEDADE, e SOLA DEO trabalhando de dia e de noite na cachola destes desavisados...

P.S.: É nestas horas que me bate uma profunda vergonha, de ser membro da Congregação Cristã no Brasil.

14 comentários:

  1. Douglas,

    Acredite.. Essa é só a "ponta do iceberg".
    Quando você fica sabendo dos "arranjos políticos" existentes em outras esferas dentro da denominação, a vergonha passa a ser contundente.

    Eu mesmo estou em momentos de reflexões sobre continuar ou deixar tudo isso...

    Ore por mim, meu irmão.

    um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HP,

      Imagino o quanto deve ser difícil - e às vezes (se não quase sempre [?]) insuportável - conviver com estas divergências no colegiado ministerial de nossa denominação!

      Se para nós que estamos na margem passamos dificuldades, muito mais para quem faz parte do ministério e busca ser exemplo, no compromisso e fidedignidade com Deus e com os ensinos de Jesus, que, infelizmente, estão à anos-luz - muitas vezes - do que nossa denominação prática!

      Receba meu carinho e solidariedade HP; eu e minha casa estaremos orando com Fé ao nosso Deus para lhe prover forças, consolando e restaurando o seu coração!

      Um ósculo e um abraço com carinho!

      Excluir
    2. Deus te abençoe pelo carinho, Douglas.

      Um abração!

      Excluir
    3. Se eu fosse vocês, arrumava meus trapos e ia para a Assembléia de Deus.

      Excluir
  2. Irmão Douglas,

    O tópico anunciado :
    "Teria Jefté sacrificado a sua própria filha para pagar o voto a Deus, ou não? (Juízes 11.29-40)" quando a gente clica no título , está escrito:

    A página que você está procurando neste blog não existe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi irmã Sonia,

      Só um instante, pois estou redigindo o artigo para enriquece-lo com mais informações!

      Só uns minutinhos [risos]

      Excluir
    2. Imagine prezamada irmã Sonia,

      Eu é que peço perdão pelo transtorno, e também aproveito a oportunidade para agradecer a sua nobre visita, prestigiando este humilde espaço!

      Um abraço, com a paz de Deus!

      Excluir
  3. Olá, Irmão!
    Concordo quase que plenamente com o artigo.
    Tenho uma pergunta. Quando estamos em uma igreja (local), sem levar em consideração a placa denominacional (tenho convicções batistas fundamentalista, no sentido de ter apenas a Bíblia como regra de fé e prática) e nesta igreja percebemos vários "pequenos" erros doutrinários, o que fazer? Devemos continuar nesta igreja sabendo dos erros e correndo o risco de desagradar a Deus, ou devemos sair do meio dela. É uma situação muito difícil de se resolver, pois em todas as denominações da minha cidade (Batista, Assembleia, Presbiteriana, Cristã) percebo erros doutrinários, ou na ordem do culto que são contrárias a Bíblia, e fico incomodado com essas situações e não consigo participar do "Culto ao Nosso Deus" devido a essas situações. Inclusive, tem dois meses que não congrego na igreja(batista) na qual me reunia .... O que fazer? (espero que o irmão me responda, deixando de lado as convicções denominacionais)
    A Paz de Deus (Shalom)!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Renan,

      Gostei do seu posicionamento pois também tenho convicções fundamentalistas quanto a Bíblia Sagrada!

      Agora, a questão de Igreja é muito complicado meu caro; me diz o nome de alguma Igreja que não tenha praticas litúrgicas ou costumes, não respaldado pelas Escrituras!

      Será que existe essa Igreja?

      Sinceramente, eu penso que NÃO! Mesmo nas denominações históricas, ou fundamentalistas, haverá pontos de doutrinas ou costumes conflitantes com os ensinos Bíblicos!

      O homem é falho, infelizmente.

      Penso que você deve procurar um local saudável; uma denominação que lhe agrade, e principalmente, que tenha a Bíblia Sagrada como regra de Fé e pratica, e, Autoridade Suprema!

      Um abraço, com a paz de Deus!

      Excluir
    2. Se eu fosse vocês, abriria a IGREJA SÉCULO XXI TODAS AS COISAS ME SÃO LÍCITAS HP E DOUGLAS SPORT CLUB

      Excluir
    3. Anônimo,

      Cristo abriu a Igreja. Nele, todos SOMOS Igreja.

      Mas o homem, como lhe convém, foi "Abrindo Igrejas", mesmo nunca tendo morrido por uma... Entre uma delas, você se orgulha em ser membro.

      Eu tô fora de "abrir Igrejas". Apenas SOU Igreja em Cristo. Porque ELE me fez.

      Um sincero abraço.

      Nele, a Pedra Angular, o Cristo, o Filho de Deus, aonde todo que nisto crer é participante da IGREJA.

      Excluir
    4. Anônimo

      Apesar de seu comentário zombeteiro, desprovido de inteligência e sensatez, permita-me dizer:

      Igreja não é o prédio cinza de parede branca, isto é, não é um local geográfico tal como você define nesta sua pérola de sabedoria!

      A palavra Igreja é proveniente do grego Εκκλησία – se é que você ao menos sabe que o Novo Testamento foi escrito originalmente em Grego Koine (?).

      A tradução de Εκκλησία é: “reunião de pessoas”, “ajuntamento de soldados”, “reunião solene”, ou seja, os apóstolos e mesmo o Senhor Jesus, nunca utilizou a palavra Εκκλησία como sinônimo de prédio ou espaço geográfico, mas sim de pessoas que foram regeneradas e salvas pela graça de Deus.

      O significado de Igreja é este o qual o querido HP explanou tão bem!

      Que Deus te abençoe e ilumine a sua mente!

      Douglas

      Excluir
  4. À Todos leitores deste Blog e ao seu idealizador
    Saudações em Cristo,

    Caríssimos, Quero dar minha opinião ao assunto exposto do idealizador deste Blog aproveitando um parágrafo escrito pelo mesmo que me chamou muito a minha atenção.

    P.S.: É nestas horas que me bate uma profunda vergonha, de ser membro da Congregação Cristã no Brasil.

    Caro Irmão!. Não pense desta maneira! Não aja deste modo!. Afinal o seu compromisso pessoal para com Deus no dia do seu batismo foi entre você e Deus!. Há falhas e erros nos diversos segmentos religiosos tanto no Catolicismo, no espiritismo, nos segmentos evangélicos Tradicionais, Pentecostais, Neo-pentecostais. É de muita complexidade o problema!. Agora quanto a estas colocações e exposições absurdas que alguns postam na Internet como no caso do Facebook. Ora Por favor!. Por favor!. O que que é isto?. Onde que nos Céus tem Placa de Igreja?. Aonde e em qual teor bíblico se dizem que a Graça de Jesus Cristo está neste ajuntamento exclusivista?. A graça de Jesus Cristo está em Jesus Cristo!. Pensemos nisto!.

    Sabem o que ocorreu nestes anos todos?; neste centenário de evangelização e crescimento da igreja?.

    Respostas: Inúmeras igrejas e diversas localidades e estados, inúmeras igrejas no exterior; um comodismo enorme por parte de uma massa de membresia que ao invés de buscar biblicamente falando; um embasamento sólido dentro das escrituras, ficaram presas a busca de sonhos, visões interpretações de sonhos com visões e profecias deste ou daqueles; não que somos contra a profecias ou profetas. Adianta eu ficar buscando na casa de uma pessoa que se intitula profeta pra ele dizer e revelar minha vida e não buscar embasamento biblico daquilo que ele esta me dizendo?. Outro coisa!. Muita gritaria, pulos, sapateados dentro da igreja e na verdade nunca se aprenderam nada!; absulutamenta nada!; pois se tivessem aprendido alguma coisa não sairiam com este absurdo de postagem na internet e ainda mais dentro do Facebook.

    Concluindo!. O Crente ou o Candidato a ser Cristão ele precisa saber que nas escrituras fala-se de um só Senhor, uma só Fé, um só Batismo!. Não eu ser batizado em outra denominação evangéilica que professa Cristo e também lá se anuncia fé, batismo, salvação e vida eterna; agora eu chegar na Congregação e dizer Deus me chamou e poirsso que me batizei!. Não Não Não! Vejam ai a falta de conhecimento!. Alguém poderá dizer mais se ele não batizar na Congregação ele não será aceito como "Irmão"!. Pois então que ele fique na denominação dele!. Isto é serio esta questão de "Rebatismo".

    Há outros erros também tipo pela vaidade e eloquencia no falar e se expressar já vão saindo por ai a fora fazendo exposição e pregação da palavra de Deus, outros até já pegando cargos e encargos e se achando que está tudo bem!, e não está! O problema está só aumentando com uma membresia sem preparo, sem conhecimento nenhum.

    Queridos. Isto não muda heim!. Nunca vai mudar!. Adianta uma criança que você desde pequeno cria ela num tipo de criação que na sua vida futura só vai estraga-la?. E depois agora você querer tentar modifica-la? Não vai adiantar mais!. Agora tem uma coisa!. Estas posturas internas dentro da igreja que não condiz com as escrituras, fazendo acepção de pessoas, discriminando, destratando, desprezando os trabalhos evangelisticos das demais denominações evangélicas, falando o que bem entende e os demais repetindo como "papagaios" Cuidado!. Que hoje em dia existe Leis para tudo!. Muito cuidado!. Eu ou melhor nós todos, somos obrigados a considerar e respeitar todo e qualquer tipo de crédulo religioso!. Salvação e Condenação está em Cristo e não em determinada denominação evangélica.

    Amém!

    ResponderExcluir