Google+ Followers

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Quem é nascido de Deus não comete Pecado?


Por Douglas Pereira da Silva

“Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus” (I João 3.9 - ARC).
Será que não peca mesmo? 

Ora bolas, então a Bíblia está em contradição, pois na mesma epístola diz: 
“Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso (DEUS), e a sua palavra não está em nós” (I João 1.10 - ARC).
E mais:
“Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós” (I João 1.8 - ARC).
E agora irmãos? Perceberam o tamanho da contradição? 

O que dizer então de homens que pecaram muito; dentre eles, Davi, Salomão, Manasses de Judá, Pedro e tantos outros santos do Antigo e Novo Testamento?

Ora, é fato bíblico que o crente peca (Provérbios 20.9; 24.16; Eclesiastes 7.20), pois, ele é enfraquecido pela carne (João. 3.6, “O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.”). Tanto a realidade da presença do pecado na vida do crente quanto à nova natureza são vistas claramente na doutrina da santificação que envolve a correção de Deus (Hebreus 12.5-13).

Até mesmo o rei Salomão, reconheceu isto quando orava ao Senhor na dedicação do templo:
"Quando pecarem contra ti (pois não há homem que não peque), e tu te indignares contra eles, e os entregares às mãos do inimigo, de modo que os levem em cativeiro para a terra inimiga, quer longe ou perto esteja, E na terra aonde forem levados em cativeiro caírem em si, e se converterem, e na terra do seu cativeiro te suplicarem, dizendo: Pecamos, e perversamente procedemos, e cometemos iniquidade, E se converterem a ti com todo o seu coração e com toda a sua alma, na terra de seus inimigos que os levarem em cativeiro, e orarem a ti para o lado da sua terra que deste a seus pais, para esta cidade que elegeste, e para esta casa que edifiquei ao teu nome; Ouve então nos céus, assento da tua habitação, a sua oração e a sua súplica, e faze-lhes justiça. E perdoa ao teu povo que houver pecado contra ti, todas as transgressões que houverem cometido contra ti; e dá-lhes misericórdia perante aqueles que os têm cativos, para que deles tenham compaixão". (1 Reis 8:46-50)
Se não houvesse pecado na vida do crente, nunca haveria a correção. Se alguém que se acha crente, não conhece a mão de Deus que corrige seus filhos levando-os a serem “participantes da Sua santidade” (Hebreus 12.10), esse tal não tem razão nenhuma de se achar salvo.

Vamos entender, exegeticamente, o que na verdade o apostolo João estava dizendo em sua epístola, ao registrar que “Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado":

1°) O apostolo João falava o idioma grego koiné, portanto, a respectiva epístola, assim como todo o Novo Testamento, foi escrito originalmente no idioma Grego.

2°) A interpretação correta do versículo em apreço, é que o verbo pecar, por estar aqui na terceira pessoa do singular do presente do indicativo, de acordo com a gramática grega, expressa a categoria de aspecto contínuo, o que significa dizer que traduz uma noção de ação ininterrupta; e que, portanto, o que João quer dizer aqui é que todo aquele que de fato é cristão não peca continuamente, isto é, não tem um estilo de vida pecaminoso como os ímpios; e que, se peca continuamente, não é cristão, não é de fato convertido; opinião essa defendida também, com pequenas variações, por Chaplin (1986, p. 258), Drummond e Morris (1990, p. 1434), Lopes (2004, p. 86, 94) e Wiersbe (2006, p. 649), nas obras de teologia sistemática, respectivamente.

3°) O verso em analise, esta transcrito da edição ARC. Esse é um dos motivos de existir erros na interpretação desta passagem; utilizar apenas esta versão da Bíblia Sagrada, e ainda criar mitos como este – que o crente não peca, só comete “pequenas falhas” ou "faltas", como querem alguns. Todavia, não sabem estes desavisados, que de acordo com o dicionário Aurélio da Língua Portuguesa, a definição da palavra "FALTA" (vou copiar o 5° e o 9° significados, apenas) é: 5. culpa, pecado; 9. transgressão.

4°) Um bom exegeta das Escrituras Sagradas deve possuir no mínimo 6 edições e traduções diferentes, para efeito de comparação, para uma melhor compreensão e interpretação!

Elencaremos abaixo, o verso aludido de outras versões e traduções da Bíblia Sagrada:
“Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus" (ARA).
“Todo aquele que é nascido de Deus não prática o pecado, porque a semente de Deus permanece nele; ele não pode estar no pecado, porque é nascido de Deus” (NVI).
“Nenhuma pessoa que tem Deus por Pai permanece no pecado, porque a semente plantada por Deus está nele. Isto é, ele não pode continuar pecando, porque tem Deus por Pai” (BJC).
"Aquele que é nascido de Deus não peca habitualmente; porque a semente de Deus permanece nele, e não pode continuar no pecado, porque é nascido de Deus" (ARIB).
"Quem é filho de Deus não continua pecando, porque a vida que Deus dá permanece nessa pessoa. E ela não pode continuar pecando, porque Deus é o seu Pai" (TB).
"Todo aquele que é nascido de Deus não se dedica à prática do pecado, porquanto a semente de Deus permanece nele e ele não pode continuar no pecado, pois é nascido de Deus" (KJA).

Conclusão: 

O cristão genuinamente convertido peca? Sim!. Mas ele pode permanecer no pecado continuamente como estilo de vida, igual os ímpios vivem? Não! E por quê? Porque o cristão é morada do Espirito Santo que é a “divina semente” plantada em seu coração; de modo que o Espirito o conduzira ao arrependimento, convencendo-o do pecado cometido!

Entendeu porque sentimos uma terrível tristeza quando pecamos contra o nosso Deus, e depois ficamos angustiados pedindo perdão? O apostolo Paulo respondeu esta pergunta para os crentes corintianos:
"Porquanto, ainda que vos contristei com a minha carta, não me arrependo, embora já me tivesse arrependido por ver que aquela carta vos contristou, ainda que por pouco tempo. Agora folgo, não porque fostes contristados, mas porque fostes contristados para arrependimento; pois fostes contristados segundo Deus; de maneira que por nós não padecestes dano em coisa alguma. Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte". (II Coríntios 7:8-10)

Abreviaturas:

ARC - Almeida Revista Corrigida
ARA - Almeida Revista Atualizada
NVI - Nova Versão Internacional
BJC - Bíblia Judaica Completa
ARIB - Almeida Revisada Imprensa Bíblica
TB - Tradução Brasileira
KJA - King James Atualizada

7 comentários:

  1. Ir. Douglas

    Eu estava mesmo pensando em perguntar isso, pois achava contraditório as duas passagens.

    Como o ir. disse, muita gente usa a passagem para falar que crente não peca, mas tem faltas. Ora, falta não é pecado?

    Minha cabeça estava em parafuso com tamanha confusão.

    Agora eu compreendi por intermédio da sua explicação. O convertido é morada do Espírito Santo assim é levado ao arrependimento. O ímpio não, por isso vive em iniquidade.

    Eu não imaginava que há erros de tradução assim. Eu fico pensando nas pessoas que acham que perderam a salvação. Meu coração se entristece profundamente pela dor e desconhecimento dessas almas! Eu já me encontrei numa situação de não conseguir achar mais saída, é uma amargura sem fim. Digo que é uma das piores dúvidas que alguém possa ter.

    Caro irmão, eu me batizei sem a genuína conversão, mas por medo. Havia escutado que se morresse sem o batismo não seria salvo. Eu não entendia nada do Evangelho e da Graça. Até pouco tempo atrás pensava que a Graça era a igreja (prédio). Ainda estou caminhando, mas comecei a ler os Evangelhos.

    Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é meu irmão Confuso,

      Há sim, muitas divergências nas nossas traduções Bíblicas, pois esquecemos de admitir, que a Bíblia não têm erros, somente nos MANUSCRITOS ORIGINAIS!

      Hoje, não temos mais os ORIGINAIS da Bíblia Sagrada, tudo o que temos, é: cópia, da cópia, da cópia, da cópia, da cópia... Por isso existe a necessidade de termos acesso, a outras traduções e versões da palavra de Deus! Depois, vou escrever um post sobre este assunto, para entendermos melhor!

      Sim...

      Conforme o nosso irmão Mateus de Souza respondeu agora há pouco no Facebook, para um irmão que estava com esta mesma dúvida:

      " [...] pra você entender isso precisa entender o contexto de João, além de entender que a carta não foi escrita em Português. Pois bem, João em 1 João 1:8-12 e 1 João 2:1-2 diz, respectivamente, que se dissermos que não pecamos somos mentirosos, e que, se alguém pecar, temos um advogado, que é Cristo. Lembre-se de uma coisa: na mente do ccbeiano quando ele ouve a palavra "peca" associa logo a sexo ilícito, mas João não tinha isso em mente. Então, em 1 João 3:9, ele diz que todo aquele que é nascido de Deus "não peca". Mas como, se ele disse anteriormente que todos pecamos? A resposta para isso está na língua grega. João utilizou uma palavra que deveria ter sido traduzida como "Aquele que é nascido de Deus não vive no pecado". Entendeu a diferença? Todos nós pecamos, mas se formos nos comparar com os ímpios deste mundo, veremos que eles "vivem" em pecado, enquanto que nós apenas cometemos, e nos quebrantamos, e procuramos nos afastar".

      E mais irmão Confuso, a doutrina - na verdade nem deve ser considerado doutrina, mas sim uma heresia das braba! - de que o crente não peca, surgiu na CCB, na década de 1950.

      Foi o ancião Vitório - muito antigo e um dos pioneiros da CCB - que formou esta errônea doutrina; e por que? Porque ele só tinha a Versão ARC - Almeida Revista Corrigida - da Bíblia Sagrada, cometendo o erro de pegar o verso de forma isolada, desconsiderando todo o contexto da epístola de João.

      Quanto a estes irmãos que vivem opressos, achando que não tem perdão e que perderam a salvação, devemos orar por eles para que Deus conceda sabedoria e discernimento, e também orienta-los de forma correta, dentro da verdade revelada nas Escrituras Sagradas!

      Caso encontre algum irmão nestas condições, procure ajuda-lo irmão Confuso, principalmente agora que você esta lendo as Escrituras, pois sei que Deus vai e pode te usar neste sentido! Mostre a verdade para estes irmãos, falando do grande amor que Deus tem por todos os que se arrependem, e do desejo ardente de nosso Senhor em salvar estas almas!

      É só conhecendo a verdade para ser liberto, meu querido irmão!

      Um grande abraço e um ósculo com carinho, com a paz de Deus!

      Excluir
  2. Desculpe fazer tantas perguntas. Mas eu vejo muito no meu meio falar em espírito. Por exemplo, se uma irmã usa maquiagem, ela está com o espírito da vaidade. Já ouvi falar tb em espírito de enfermidade
    A explicação é que essas são as potestades que Paulo cita. É isso mesmo? O que vem a ser as potestades e principados citados por Paulo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Confuso,

      Não há referencias na Bíblia, acerca da existência deste espirito de vaidade; nunca encontrei nas Escrituras algum relato sobre a existência de tal espírito!

      Acredito que isso é fruto de uma invencionice descabida; e é nisso que dá quando a Bíblia Sagrada deixa de ser a AUTORIDADE SUPREMA e REGRA DE FÉ!

      Principados e Potestades, São referências a seres espirituais que podem ser bons ou maus, ou seja, podem se referir tanto a anjos de Deus como a demônios. São seres espirituais de proeminência no mundo espiritual. Normalmente os dois termos são usados na Bíblia para designar seres com grande poder no mundo espiritual; a maioria das descrições destes seres, estão relacionadas a demônios!

      Há muitas referencias sobre isso: Efésios 1.21, 2.2, 3.10, 6.12; I Pedro 3.22; Romanos 8.38; Colossenses 1.16, 2.10,15; I Coríntios 15.24; Atos 26.18 etc.

      Sim, existem espíritos de enfermidade (Lucas 13.10-16), existe espírito de adivinhação (Atos 16.16), e existe espíritos que causam a surdez e a mudez de uma pessoa (Marcos 9.25).

      Um grande abraço meu querido, com a paz de Deus!

      Excluir
  3. Entendi Ir.

    Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
  4. A Joyce Meyer não curtiu essa refutada... rsrs

    ResponderExcluir