Google+ Followers

segunda-feira, 21 de julho de 2014

O Cão e a Porca


Por Douglas Pereira da Silva

"Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado; Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama". (II Pedro 2.20-22)

Os versos aludidos acima, é aplicado, muitas vezes, com o intuito de amedrontar os neófitos e àqueles que desconhecem a palavra de Deus - a Bíblia Sagrada - a fim de ludibria-los com relação a sua permanência e assiduidade em uma determinada organização religiosa, e também, para justificar a tese de que o cristão pode perder a sua salvação.

Em um determinado culto onde este simplório autor estava presente, o ministro ensinou (ensinou?) para toda congregação que "aqueles que abandonassem essa Graça - (Graça?) - seria como o cão que volta ao seu próprio vomito e a porca lavada que volta ao lamaçal".

Vejam o que a falta de conhecimento Bíblico que é um pré requisito para o obreiro de Deus (II Timóteo 2.15), tem feito a cristandade desta era! 

A cada dia, temos testemunhado ministros, cooperadores e pregadores do evangelho (pregadores do evangelho?) que defende o seu grupo denominacional, com todo o orgulho e pompa sob a égide de estar no "caminho santo, puro e verdadeiro" - se esquecem ou mal sabem estes desavisados que o verdadeiro Caminho, a Verdade e a Vida, é Cristo (João 14.6) - em detrimento a um compromisso sério com a palavra de Deus e com o Deus da palavra.

A passagem em questão não se aplica a crentes que se desviaram, que deixaram de congregar, que caíram em pecado ou que migraram para outra denominação.

Isso é mais claro do que a luz do dia ao analisar o contexto - o que esta escrito antes - destes versos  finais da epístola de Pedro!

E mais, em momento algum nas Escrituras Sagradas o cristão é chamado, ou classificado, como CÃO ou PORCA.

O cristão é chamado de OVELHA pelo próprio Senhor Jesus (João 10.27). 
Esta já é uma evidencia mais do que suficiente para crermos que o apostolo Pedro não estava falando de forma alguma, de crentes que se desviaram ou caíram em pecado.

Ora meus queridos leitores, na hipótese de haver um crente que cai em pecado ou que se desvia dos caminhos do Senhor, ainda assim ele será tratado como OVELHA, isto é, ele não perde sua natureza dada pelo próprio Deus, ele é NASCIDO de Deus (I João 3.9); daí pergunto: pode alguém DESNASCER?
Certamente, querido leitor, você esta acostumado a ver pessoas nascerem; mas você já viu alguém nascer e depois desnascer? Estou certo que NÃO!

O Senhor Jesus nos ensinou na parábola da OVELHA PERDIDA (Mateus 18.10-14; Lucas 15.1-7), que o bom Pastor sai em busca para resgatar a OVELHA que se perdeu; Ele sai pelos montes e vales com o objetivo de resgata-la, de recupera-la; nem que para isso seja necessário deixar as demais ovelhas no aprisco e sair em busca daquela única OVELHA que se transviou.

Será que o bom Pastor - que é Jesus Cristo (João 10.11) - falharia em sua missão, deixando a sua ovelha perecer no pecado? É bem certo que NÃO (João 10.27-30).

É tal como o Filho Pródigo que saiu da casa do Pai para "curtir" a vida, mas que, contudo, ele nunca perdeu a posição e o privilégio de ser FILHO - ainda que tenha se ausentado do convívio do Pai de forma completamente descarinhosa, ao exigir a sua parte na herança com o Pai estando vivo (Lucas 15.11-32); contudo, voltou arrependido e seu Pai o recebeu carinhosamente, trocando-lhes as vestes, e ainda, promovendo uma grande festa para comemorar o retorno do FILHO. 

Analisando o contexto desta carta do apostolo Pedro, encontramos mais evidencias de que os versos não se referem a crentes. Vejam só, alguns dos adjetivos que Pedro usou na passagem:

(v.1): falsos profetas, falsos mestres;

(v.3): avarentos, mentirosos;

(v.10): atrevidos, arrogantes;

(v.12): irracionais;

(v.14): adúlteros, insaciáveis no pecado;

(v.17): fontes sem água;

(v. 19): escravos da corrupção;

Destarte, Pedro estava falando dos falsos mestres que mercadejam a palavra de Deus (II Pedro 2.3), e que receberam o conhecimento da verdade (II Pedro 2.20). Receber o conhecimento da verdade, é completamente diferente de viver na verdade! - Um bom exemplo disso é Judas Iscariotes.

CÃES e PORCOS eram animais impuros segundo a Lei dada aos judeus, portanto aqui representam pessoas em seu estado natural que não foram regeneradas, isto é nunca nasceram de novo e nem creram verdadeiramente no Senhor Jesus. Por isso elas voltam para as mesmas impurezas que continham antes de terem ouvido falar da verdade. Em sua carta Pedro faz alusão a Provérbios 26.11 que diz "Como o cão torna ao seu vômito, assim o tolo repete a sua estultícia".

O CÃO que volta ao vômito e a PORCA que volta à lama de onde saiu nos falam da apostasia, que é o abandono da verdade por aqueles que apenas a professam sem nunca a terem incorporado realmente. Nem o CÃO, nem a PORCA foram transformados em OVELHAS pois continuaram com a mesma velha natureza sem terem recebido uma nova. Seu final será inevitavelmente voltar às origens. É por isso que muitas vezes ouvimos falar de pessoas que "se converteram" e depois se tornaram ateias ou passaram a combater a fé cristã. Elas nunca haviam se convertido de verdade, apenas se comportaram como cristãs durante algum tempo - mais uma vez, Judas Iscariotes é um ótimo exemplo disso, bem como os anticristos que estavam surgindo na comunidade joanina (I João 2.18-19). 

A passagem mostra que pessoas que têm contato com a verdade podem ser separadas exteriormente da corrupção que há no mundo pelo conhecimento de Cristo (conhecimento intelectual apenas), porém mostra também que pessoas assim, que nunca se converteram, ficam piores do que antes quando não tinham qualquer contato com a verdade e nem a professavam. Com o conhecimento vem também a responsabilidade e as penalidades são maiores, como explicou o Senhor Jesus em Lucas 12.47-48:

"E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites; Mas o que a não soube, e fez coisas dignas de açoites, com poucos açoites será castigado. E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá". 

Com relação a perda da salvação, quem se utiliza destes versos para ensinar tal heresia, esta cometendo uma grande loucura por contradizer - e até chamar de mentiroso - o próprio Senhor Jesus em João 10.27-30:

"As minhas OVELHAS ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mãoMeu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu PaiEu e o Pai somos um".

Se uma PORCA e uma OVELHA caírem num lamaçal, a PORCA vai querer ficar lá pois é de sua natureza própria viver no chiqueiro; mas a OVELHA fará de tudo para sair, pois não é de sua natureza viver no lamaçal do chiqueiro.

Do mesmo modo, tanto o incrédulo como o crente podem cair no mesmo pecado, mas o crente não pode permanecer nele, sentindo-se confortável (Gálatas 5.17).

Para concluir nossa exegese, em versículo algum de II Pedro 2, descreve um cristão desviado, sem congregar, em pecado ou que se mudou para outra denominação. 

Nem ao menos existe um exemplo Bíblico de alguma OVELHA do Senhor Jesus, que tenha se transformado em CÃO e PORCA!

9 comentários:

  1. Ótima reflexão Douglas.

    Estava precisando ler estas linhas.

    Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HP,

      Meu mano amado!

      Fico super feliz de saber que este humilde texto tenha, de certa forma, consolado o seu coração dissipando alguma dúvida concernente a esta passagem!

      É sempre uma satisfação tê-lo aqui comentando meu mano; não esqueça: a casa é nossa!

      Louvo a Deus neste dia, pois somos ovelhas do nosso Supremo Pastor!

      Um ósculo para ti meu querido.

      Que Deus te abençoe, hoje e sempre!

      Excluir
  2. Muito bom artigo, irmão Douglas!

    Mais uma vez, muito esclarecedor, e extremamente construtivel!

    Deus o abençoe e de forças para que continue com o EXCELENTE trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém Rene,

      Que Deus te abençoe meu querido; é muito bom vê-lo aqui participando!

      Ore por mim!

      Um grande abraço, na paz de Deus!

      Excluir
  3. Obrigado mais uma vez por responder minhas dúvidas. Deus te abençoe . Comecei a ler os Evangelhos, já li o livro de Mateus.

    Outra coisa que ouço muito nas igrejas, que se você cometer muitas falhas, pecar, mesmo se arrepender e pedir perdão depois , sua vida nunca será a mesma. Deus sempre cobrará isso. Por exemplo: se você fornicar, mesmo se casar , seu casamento nunca será feliz, seus filhos sofrerão. Se você adulterar, será um miserável na terra.

    Em contrapartida, se você "honrou a Deus em sua mocidade", se estiver passando uma prova, poderá cobrar e Ele libertará da prova.

    Pelo que estou lendo,tudo isso que ouvi anteriormente, não condiz com o Evangelho.

    Jesus fala muito sobre o perdão e arrependimento. Na parábola do Filho Pródigo, o Pai fica muito feliz com o retorno do filho, não cobra mais nada, pois sabe que o filho sofreu para chegar ao arrependimento.

    Quanto à questão de cobrar Deus em orações por ser um servo fiel, isso parece barganha.

    Enfim, aprendi que tudo que você escuta deverá examinar nas Escrituras, pois a Graça (que não uma denominação rs) é infalível, mas os homens são imperfeitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém querido irmão Confuso,

      Meu coração fica jubiloso de alegria, pois vejo que o Espírito Santo está lhe concedendo discernimento e entendimento do Evangelho, através das leituras Bíblicas que você têm realizado!

      Continue firme meu irmão, peça a Deus sabedoria para que compreendas a cada dia mais, a sua Eterna Palavra (Tiago 1.5).

      Quando falo "Eterna Palavra" estou me referindo ao Livro Santo, a Bíblia Sagrada; pois ela deve ser a nossa guia e regra de fé, além de ser - pelo menos deveria ser em algumas CCB's - a AUTORIDADE SUPREMA; portanto, não estou falando de pregação, ou da palavra "revelada" nos cultos!

      Como cristãos, temos o dever de conferir e julgar tudo o que é pregado na igreja, e verificar se há respaldo Bíblico, se o ensino que está sendo transmitido pelo ministro confere com as Escrituras Sagradas.

      Era justamente isso, que os cristãos da cidade de Bereia estavam fazendo, e por esta atitude, o apostolo Paulo chamou-os de NOBRES (Atos 17.10-12), pois conferiam tudo nas Escrituras, todos os dias, para ver se as coisas eram, de fato, assim.

      Todas estas pregações que você descreve, não conferem com as Escrituras, portanto, não foi Deus quem falou com a IGREJA; foi o homem, ou então - sei que você vai ficar espantado com o que vou lhe dizer - foi o próprio diabo que estava usando o ministro para matar as almas!

      Sim, o diabo conhece as Escrituras Sagradas! Lembra-se que na tentação de Jesus no deserto, o diabo estava usando o Salmos 91 para tentar ao Senhor? (Mateus 4)

      Veja só irmão Confuso:

      "Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra". (Mateus 4.5-6)

      Observe que o diabo conhece a Bíblia Sagrada; ele usou a palavra de Deus para tentar - inutilmente - enganar a Jesus. Olha só:

      "Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos. Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra". (Salmos 91.11-12)

      É por isso que a Bíblia nos manda, provar se os espíritos realmente são de Deus:

      "Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo" (I João 4.1)

      Confuso, olha só a pregação que você ouviu:

      "mesmo se arrepender e pedir perdão depois , sua vida nunca será a mesma. Deus sempre cobrará isso. Por exemplo: se você fornicar, mesmo se casar , seu casamento nunca será feliz, seus filhos sofrerão. Se você adulterar, será um miserável na terra".

      Agora, veja o que a Bíblia diz, e tire suas conclusões - por favor!

      "Misericordioso e piedoso é o Senhor; longânimo e grande em benignidade. Não reprovará perpetuamente, nem para sempre reterá a sua ira. Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos recompensou segundo as nossas iniquidades. Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Assim como está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões. Assim como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem. Pois ele conhece a nossa estrutura; lembra-se de que somos pó". (Salmos 103.8-14)

      Vou repetir só o versículo 10, pra ter a certeza absoluta que você entendeu:

      "Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos recompensou segundo as nossas iniquidades".

      Entendeu? [risos]

      Querido Confuso, vou parar por aqui! [risos]

      Continue conosco querido, a casa também é sua!

      Um grande abraço e um santo ósculo com carinho com a paz de Deus!

      Excluir
    2. Esta resposta também serviu à mim! Pois sempre ouço as mesmas pregaçoes q nosso irmão Confuso!!
      Porém uma vez, ouvi alguem dizer numa reunião de mocidade:
      "Deus não nos recompensa por servirmos a Ele por toda a mocidade! E sim porque ele é misericordiozo! Oque seria de quem se converteu depois de casado?! Não seria muita arrogancia nossa cobrar algo, de alguem que nos da TUDO?! Ou voce teria coragem de cobrar 10R$ que emprestou ao seu pai, sabendo que todos os meses ele te da 100R$ de mesada, sem contar as roupas, comida, casa, cama etc etc etc..."

      Ou seja, NUNCA poderemos cobrar NADA de Deus, apenas pedir e confiar em sua misericordia!

      Excluir
    3. Exatamente Rene,

      É um grande erro e até muita pretensão do ser humano, acreditar que com sua "fidelidade", se ache digno de receber alguma coisa de Deus!

      É tipico de quem se diz ser "firme e fiel até o fim"; ninguém é fiel até o fim, isso é MENTIRA! como muitas vezes tenho demonstrado aqui com os artigos que posto!

      A CCB tirou esse jargão de Apocalipse 2.10, por isso têm crentes que pensam que serão "firmes e fiéis até o fim", todavia, o contexto ali é outro!

      Ninguém é digno de merecer alguma dadiva de Deus, é como você falou; Deus nos abençoa por causa de sua misericórdia!

      Ora, àqueles que pensam que pode merecer alguma coisa de Deus por causa de sua "fidelidade", que leiam o capítulo 25 de Jó então...

      Grande abraço meu mano Rene, com a paz de Deus!

      Excluir
  4. Meu rei! (Já sabe quem é, né?) rs.
    Excelente texto. Muito bem explicado. Ovelhas não podem ser porcas e vice-versa. Ou é ou não é. Infelizmente nosso povo padece por falta de conhecimento.
    Abraço!

    ResponderExcluir