Google+ Followers

domingo, 2 de março de 2014

Deus rejeitou uma alma na "PALAVRA"... Que PALAVRA é esta?


Por Douglas Pereira da Silva

Algumas vezes, este simplório autor ouviu em determinadas pregações, o inimigo de nossas almas usar os lábios de alguns ministros (ministros?) e servos (servos?) de Deus (ou será deus?), para anunciar no púlpito da Igreja no momento da pregação, a sentença de condenação contra aqueles que outrora cometeram pecados, e ali estavam, em busca de perdão, consolação e reconciliação com o Pai de misericórdias e Deus de toda consolação! (II Coríntios 1.3).

Foi notório o sentimento de perplexidade e tristeza na Igreja local ao final do culto, pelo temor que a "palavra" da "rejeição" Divina gerou durante a pregação (pregação?), pois a mesma foi anunciada pela "revelação" de Deus na Igreja; o incauto dizia: "pecador de morte, aqui não é seu lugar, você sujou as suas vestes espirituais lavadas no batismo, pisou no sangue do concerto eterno...".

É estarrecedor ouvir uma bizarrice dessa em um culto de louvor e adoração à Deus. Quantos ministros são usados pelo diabo - literalmente - para desvirtuar o evangelho da Graça, transformando-o numa verdadeira desgraça?

É cômico ver também, alguns desavisados na Igreja glorificando a Deus por este tipo de pregação, como se fosse realmente Deus quem está falando com a Igreja!

Mais triste ainda, é ver uma irmandade - a maioria - sem o conhecimento Bíblico adequado para reter o que é bom (I Tessalonicenses 5.21), pois cabe a nós provar, examinar se tudo é aprovado pelo Senhor (Atos 17.11; 1 Tessalonicense 5.21; Hebreus 13.9), e ainda, provar se os espíritos e profetas são realmente de Deus (I João 4.1; I Coríntios 14.29).

Ora meus irmãos, não é pecado julgar! Quando Jesus falou "não julgueis para que não sejais julgados" (Mateus 7), o Senhor referiu-se ao julgamento calunioso, e não ao julgamento no sentido de provar, examinar, discernir, etc. Aliás, no mesmo capítulo, Ele demonstra que devemos julgar (exercer discernimento), ao enfatizar a necessidade de cautela ante as profecias e os milagres dos falsos profetas (Mateus 7.15-23).

Todavia, como a irmandade - a grande maioria - vai proceder desta forma, se não leem a Bíblia Sagrada, e não a conhecem, para praticar o bom juízo e discernimento, a fim de batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos (Judas 3), a começar banindo estas terríveis heresias e ensinos diabólicos no meio da Igreja? 

Oremos, para que Deus desperte a cara irmandade para praticar a leitura do Livro Santo, e erradique este "analfaBíblismo" em nosso meio!

Vamos analisar exegeticamente, dois versículos muito usados, distorcidamente, neste tipo de revelamento. Certamente há muito mais passagens, dos quais os diletos leitores e seguidores deste blog, poderão comentar neste tópico, a fim de debatermos para o nosso crescimento na graça e no conhecimento de Deus (II Pedro 3.18), portanto, este blogueiro, limitar-se-a em apenas duas passagens:

"E ninguém seja devasso, ou profano, como Esaú, que por uma refeição vendeu o seu direito de primogenitura. Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que com lágrimas o buscou". (Hebreus 12.16-17)

A passagem aludida é muito aplicada para justificar a equivocada ideia que Deus rejeita alguns, por causa do pecado cometido após o batismo, ainda que estas pessoas busquem com lágrimas arrepender-se. Observe mais uma vez a distorção Bíblica por traz desta heresia, quem prega assim esta imitando, nada mais e nada menos, do que o próprio diabo! Satanás - que é o pai da mentira (João 8.44) - é especialista em torcer as Escrituras, tal como ele fez na tentação do Senhor Jesus (Mateus 4).

Para entender corretamente esta passagem de Hebreus, é indispensável voltar na história, e analisar o contexto, vida e história de Esaú, no Antigo Testamento (Gênesis 25-36).

Ora, se o choro de Esaú realmente foi de genuíno arrependimento, ou seja, de alguém que deseja agradar a Deus com um sincero coração, por que então logo em seguida, Esaú procurou tirar a vida de seu irmão Jacó, tendo este que fugir para casa de Labão para não ser morto? O genuíno arrependimento gera um sentimento homicida no coração do individuo? Sinceramente, eu acredito que não!

Outra, por que Deus não aceitaria seu arrependimento sincero, já que ordena a todos os homens em toda parte que se arrependam (Atos 17.30), ficando pacientemente à espera de que as pessoas assim procedam (II Pedro 3.9)?

Há três coisas importantes a observar com relação a essa passagem. 

a) A expressão "não achou lugar de arrependimento" pode referir-se à não disposição de seu pai de mudar de ideia quanto a dar a herança a Jacó, e não ao arrependimento de Esaú. De qualquer modo, as circunstâncias não permitiram que Esaú tivesse a oportunidade de reverter a situação, obtendo a bênção.

b) Lágrimas não constituem um sinal seguro de que alguém tenha se arrependido de verdade. Pode-se ter até mesmo lágrimas de pesar e de remorso, que não alcançam o verdadeiro arrependimento nem a mudança de pensamento (cf. Judas, em Mateus 27.3).

c) Finalmente, esse texto não fala da bênção espiritual (salvação eterna da alma), mas da bênção terrena (herança). Deus sempre honra o arrependimento sincero de pecadores e lhes propicia a salvação (Atos 10.35; Hebreus 11.6).


"Porém Samuel disse a Saul: Não voltarei contigo; porquanto rejeitaste a palavra do Senhor, já te rejeitou o Senhor, para que não sejas rei sobre Israel" (1 Samuel 15.26).

Infelizmente, este humilde autor, experimentou o desprazer de ouvir em uma pregação o revelamento de que, Deus estava rejeitando um irmão, tal como rejeitou a Saul - o "ancião" estava exortando justamente, este versículo acima, para dizer esta heresia!

Novamente, Deus não rejeitou a Saul de forma espiritual, negando a graça da salvação eterna da alma a ele, alias, o versículo em apreço sequer menciona salvação ou perdição da alma!

Deus rejeitou a Saul nacionalmente, politicamente, isto é, para não reinar sobre a nação de Israel, porque desprezou a ordem do Senhor, não castigando Amaleque pelo crime que cometeu contra Israel (leia I Samuel 15).

Portanto, meu querido e amado irmão, quando você ouvir em sua congregação, determinados tipos de pregação dando a ideia que Deus está rejeitando uma alma por causa do pecado, lembre-se: Tal palavra não é a Palavra de Deus, pois o Senhor não veio para os justos.
Ele veio chamar os pecadores, ao arrependimento! (Lucas 5.31-32).

Encerro este post, com a celebre frase do irmão Mario Torri Neto:

"A Igreja não é uma galeria de santos, e sim um hospital para pecadores".

12 comentários:

  1. Perdoe Douglas,

    Não tive tempo de ler o teu texto ainda (bateria tá acabando), mas só quero comentar uma coisa:

    Palavra do Diabo isto sim.

    Deus nunca rejeitou quem a Ele chegou. E se chegou é porque assim Deus quis, pois nada podemos de nós mesmos...

    Vou ler o texto assim que der um jeito na bateria e volto comentar.

    Abs meu brother!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém HP,

      É sempre muito bom receber a sua nobre visita, e ser prestigiado pelos teus comentários!

      Estamos de acordo neste quesito meu mano! As vezes o tinhoso resolve se manifestar no púlpito da igreja, para pregar o evangelho da desgraça, da morte!

      Que Deus nos ajude!

      Abraços com a paz de Deus!

      Excluir
    2. To com bateria de novo.

      É meu irmão. A coisa ta feia...

      Brilhante explicação a respeito de Esaú. Louvado seja Deus.

      Quanto ao "revelamento" do ancião é sim um lamento... Mas não vamos desanimar!

      Deus te abençoe e um abraço.

      Excluir
  2. Não sei se fico mais triste pelo pregador ou pelas almas.
    Quantos já perderam as forças devido a pregações desse tipo,terrorismo infundado,criadores de fábulas.
    Infelizmente muitos irmãos(ãs) confiam mais na palavra dos homens do que na de Deus,chega a ser irônico né.
    Em algumas congregações é possível a irmandade se conhecerem devido ao menor número,o pregador manda lá do púlpito:''DEUS NÃO TE QUER MAIS AQUI'',já se imagina o estrago,muitos acabam por se afastar ainda mais de Deus,sentindo que sua condição já não ha mais jeito(salvação).
    Meus irmãos ,olha a mentalidade ou melhor a ilusão que o maligno coloca em alguns desavisados,pronto problema resolvido,pecador caiu fora,acabou o problema,errado.
    Essa revelação vai produzir frutos, maus é claro. Reflexos dela caem sobre a família e pessoas próximas a esta alma.
    Vejam que responsabilidade ou falta dela no caso, das pérolas ditas repetidas vezes.
    Enfim é como o irmão mencionou em seu texto,ótimo por sinal:

    Oremos, para que Deus desperte a cara irmandade para praticar a leitura do Livro Santo, e erradique este "analfaBíblismo" em nosso meio!

    Gostei muito do nome do seu blog irmão Douglas ,Teologando.
    Um Efusivo e Fraterno Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém querido(a) irmão(ã) anonimo(a)

      Muito obrigado pela visita, é sempre uma alegria receber comentários aqui neste espaço! Seja sempre bem vindo(a).

      Então, o conteúdo deste artigo, foi inspirado de um relato que recebi hoje de um grupo, via facebook de um irmão que pertence a CCBMJ, se não me engano (?)

      O relato deste irmão dizia, mais ou menos assim:

      "Se a CCB resolver mudar este conceito de "pecado de morte", aceitando novamente os irmãos que outrora pecaram e sofreram excomunhão, como será que o ministério vai explicar para as milhares de famílias, que de certa forma, tiveram algum ente querido destruído pela bebida alcoólica por achar que não têm mais salvação? e tantos outros casos, onde a família expulsou de casa um filho ou filha por pura religiosidade, porque caiu em pecado? E demais casos que conheço, de décadas passadas, de muitos irmãos que se suicidaram por causa desta doutrina? E tantos outros que se entregaram a perdição e foram morar na rua, mendigar"

      Ele disse isso em seu relato! Triste né... Daí me recordei destas pregações que ouvi durante minha caminhada cristã, e pela misericórdia de Deus, escrevi este artigo!

      É hora do povo de Deus acordar, é hora de examinar tudo, é hora de passar pelo crivo das Escrituras as pregações que temos ouvido. Oremos querido(a) anonimo(a), para que Deus realize um grande reavivamento Bíblico na CCB!

      Ah... Agradeço também pelos elogios, que toda Glória seja ao nosso Deus, criador de todas as coisas!

      Um efusivo abraço, com a paz de Deus!

      Excluir
  3. Quando era garoto , tinha saído do culto e estava esperando o ônibus no terminal . Nisso , um homem se aproximou de mim e perguntou se eu era crente . Respondi que sim . Aí ele perguntou qual igreja .Falei que era da CCB . Ele se emocionou e disse que havia pecado . Que queria se matar mas não tinha coragem . Estava totalmente entregue a bebida . Fiquei com muita pena dele , mas na época não tinha o discernimento do Evangelho que tenho nos dias de hj . Me veio isso a mente esses dias .
    Fico pensando no estrago que esse tipo de "palavra" faz na vida de um ser humano .
    Que Deus tenha piedade de quem ceifa alguém do rebanho com esses "analfaBiblismo" como muito bem definiu nosso irmão Douglas . Não fui capaz de dar uma palavra de conforto àquele homem , àquele Irmão ...... Me sinto triste por isso .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iverson Prado,

      A paz de Deus meu irmão!

      Muito obrigado pela visita e comentário, fico feliz em encontra-lo aqui, neste humilde espaço! Sinta-se em casa meu irmão amado!

      Puxa... história triste neste teu relato. Confirma, exatamente, as mesmas informações que um irmão da CCBMJ escreveu no Facebook!

      Acredito piamente, que no dia do Juízo, quando todos nós estivermos presentes no tribunal de Cristo, o Senhor será terrivelmente rigoroso ao julgar o ministério da CCB, por causa destas milhares de almas que foram esquecidas e escorraçadas da igreja e do seio da família, em função desta doutrina herege!

      Nossa... Os ministros que ensinam esta doutrina diabólica na Igreja, vão pagar muito caro (leia Jeremias 23 e Ezequiel 34). Deus me livre de tal pecado ser imputado a mim!

      Não se entristeça meu irmão, pois Deus foi misericordioso conosco, nos resgatando das trevas da ignorância, da religiosidade, e do farisaísmo ccbeiano.

      Oremos em favor destas almas que foram esquecidas e abandonadas, e se assim, o Senhor colocar em nosso caminho estes amados irmãos que outrora pecaram, tenhamos, pelo amor de Deus, uma palavra de conforto e refrigério!

      Assim quero parafrasear o Caio Fabio, quando ele diz:

      "A religião só fala de pecado, mas Jesus fala de perdão dos pecados"

      Um grande abraço Iverson, com a paz de Deus!

      Excluir
    2. Mesmo que você não soube o que falar para ele na época, pelo menos, você foi misericordioso com ele, Iverson. Deus conhece teu coração. Tenho certeza de que Deus se agrada de pessoas como você que tem misericórdia dos mais necessitados. Que bom seria se tivéssemos mais pessoas como você. Deus abençoe.

      Excluir
  4. Há pouco tempo atrás eu e minha esposa saiamos de um supermercado aqui na nossa cidade, um mendigo que estava sentado próximo a uma rampa que dá acesso ao estacionamento nos abordou dizendo que estava com fome e precisava de ajuda para comprar comida. Pois bem! Falei para ele esperar um pouquinho, fui até a esquina onde funciona um micro restaurante, pedi para preparar um marmitex.

    Quando entreguei a ele aquele prato de comida, ele disse: "Deus abençoe" e esta frase me chamou a atenção, pois é uma frase típica de um cristão....e ao perguntar se ele era evangélico, notei que seus olhos encheram-se de lágrimas.....ele me dizia que pertenceu a CCB, morava em uma pequena cidade do interior paulista, e um dia não resistiu a tentação e caiu em pecado de adultério....e quando o ministério soube imediatamente o excomungou da igreja.

    Do púlpito o "pseudo ministro" dizia para a irmandade não mais o saudar porque ele havia pecado e não mais pertencia ao corpo de cristo...absurdo! Aquele que deveria chama-lo ao arrependimento disciplinando-o no amor, apoderou-se do trono de Deus e estava alí julgando, condenando e sentenciando aquela pobre alma ao fogo eterno.

    Deus me deu de dizer a ele algumas palavras de ânimo, encorajando-o a voltar a congregar, Deus me fez saber que alí estava um pavio que fumega e bastava apenas um sopro do Espirito Santo de Deus para aquela chama reacender.

    Certa vez eu ouvi um irmão dizendo que a CCB é o único exército de cristo que não volta buscar o soldado ferido, muitos preferem atropelar, passar por cima e até pisar na cabeça e seguirem em frente.

    E para finalizar, não faz muito tempo eu ouvi uma pregação em uma congregação, onde o ministro dizia: Muitos que pecaram o pecado de morte, (PECADO DE MORTE?) entram aqui na igreja porque as portas estão abertas, mas no céu eles não vão entrar....Meu Deus! Como é triste ouvir esse tipo de pregação.

    Outra pregação psicodélica eu ouvi o ano passado no interior do Paraná. O pregador dizia que o "filho pródigo" Deus pode até perdoar, mas no céu ele não entra....pergunto: que tipo de perdão é esse? Será que a palavra dele é mais poderosa do que o amor incondicional que Jesus demonstrou na parábola do filho pródigo? LUCAS 15:11

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deus,

      Que história triste, irmão Onicio! Fico demasiadamente angustiado. Meu ardente desejo é que o Espírito de Deus visite estas almas com a doce consolação, convencendo-as deste terrível engano: achar que não há mais perdão!

      Estes ministros (ministros?) hão de prestar contas ao Senhor; imagine meu irmão, já basta o transgressor perder a família como consequência do Adultério praticado - (salvo aqueles casos em que mesmo havendo Adultério, Deus por sua misericórdia, restaura a família como pude testemunhar no vídeo deste link: https://www.youtube.com/watch?v=anJvsopTqDU) - e ainda ter que ser humilhado pela comunidade cristã e ser desprezado, quando na verdade, conforme mandamento Bíblico, os tais deveriam ser acolhidos e disciplinados em amor para conduzi-los à RESTAURAÇÃO!

      Oremos meu irmão!

      Já ouvi coisa pior referente a Lucas 15. Um determinado irmão que conheço - não vou dizer o nome dele - pregou que o Pai estava completamente errado em ter aceitado o Filho Pródigo de volta! Já pensou que loucura dizer isso em pleno culto, irmão Onicio? Pregar uma coisa dessas, é contradizer o próprio Senhor Jesus, é engrandecer e adorar o diabo, é transformar o evangelho da GRAÇA em uma verdadeira DESGRAÇA!

      Que Deus nos livre disso; prefiro morrer ou perder a minha fala do que pregar um ensino que está contra toda a Bíblia Sagrada!

      Um grande abraço, com a paz de Deus!

      Excluir
  5. Pois é, irmão Douglas, ouvir esse tipo de pregação chega doer até as entranhas da alma....uma sugestão a esse (pregador?), é rasgar todas as páginas de sua bíblia onde está registrado o amor incondicional do Senhor Jesus para com os pecadores, simples assim!

    Se ele rasgar as páginas: Lucas 10..Lucas 15..João 8...Jeremias 23...Ezequiel 34...
    Salmos 86:5....Mateus 18:21-22...I João 1:9....Lucas 6:37...Isaias 43:25....Isaias 42:3...I Cor.5...II Cor. 2, e tantas outras passagens, provavelmente esse "pseudo pregador" ficará a vontade para julgar, condenar, e decretar a sentença.

    Meu prezado irmão Douglas, será que essa gente nunca fizeram uma ligação entre as passagens: I Corintios 5 e II Corintios 2 ??????????

    Primeiro vejamos o que diz em:

    I Corintios 5 :¶ Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem possua a mulher de seu pai.
    Estais ensoberbecidos, e nem ao menos vos entristecestes por não ter sido dentre vós tirado quem COMETEU TAL AÇÃO.
    Eu, na verdade, ainda que ausente no corpo, mas presente no espírito, já determinei, como se estivesse presente, que O QUE TAL ATO PRATICOU,
    Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo,
    Seja, este TAL, entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus.

    Agora vejamos o que Paulo escreveu algum tempo depois em:

    II Corintios 2 ¶ Mas deliberei isto comigo mesmo: não ir mais ter convosco em tristeza.
    Porque, se eu vos entristeço, quem é que me alegrará, senão aquele que por mim foi contristado?
    E escrevi-vos isto mesmo, para que, quando lá for, não tenha tristeza da parte dos que deveriam alegrar-me; confiando em vós todos, que a minha alegria é a de todos vós.
    Porque em muita tribulação e angústia do coração vos escrevi, com muitas lágrimas, não para que vos entristecêsseis, mas para que conhecêsseis o amor que abundantemente vos tenho.
    ¶ Porque, se alguém me contristou, não me contristou a mim senão em parte, para vos não sobrecarregar a vós todos.
    Basta-lhe ao" TAL" esta repreensão feita por muitos.
    De maneira que pelo contrário deveis antes perdoar-lhe e consolá-lo, para que o TAL não seja de modo algum devorado de demasiada tristeza.
    Por isso vos rogo que confirmeis para com ELE o vosso amor.

    Será que esses analfaBíblicos não entenderam ainda que o próprio apóstolo Paulo determinou que aquele fornicário de Corinto fosse reconciliado perante a igreja?

    É irmão Douglas, assim caminha a irmandade.(risos)

    ResponderExcluir