Google+ Followers

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá

Imagem relacionada

Por Douglas Pereira da Silva

Boa parte da membresia da Denominação Cristã deste simplório autor e membros do nobre conselho ministerial acredita e até pregam – eu mesmo já presenciei pregações assim – que Deus irá condenar o cristão ao inferno, caso o mesmo macule o seu corpo com pecados de ordem moral.

Baseiam tal ensinamento no verso de I Coríntios 3:17 que diz:

“Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo”.

Na verdade, quem acredita neste ensino esta ligando a ideia de “Templo”, com outro versículo da mesma epístola, em I Coríntios 6.19 que diz:

“Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?”.

A pergunta é: Será mesmo que está correto tal ensino?

A resposta é um sonoro, absoluto e irrefutável NÃO!

A passagem de I Coríntios 3:17 não esta falando de crente que caiu em pecado. O apostolo dos gentios sequer menciona isso...

Paulo esta tratando com a Igreja no aspecto coletivo que também é templo e habitação do Espírito Santo. Observe esta perspectiva, muita clara na 2° epístola:

“E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.” (II Coríntios 6:16)

É exatamente a esse aspecto que Paulo está-se referindo.

O alvo da condenação em I Coríntios 3:17, foi dirigida aqueles que estavam instigando a inveja, as contendas e as dissensões na igreja de Corinto. Não se refere a algum membro da igreja que cometeu pecado!

Analisando todo o capítulo 3 de I Coríntios, vemos que a jactância filosófica de alguns era indício de infantilidade espiritual, produzindo facções e com tendências a destruir a igreja de Corinto. Visto que a comunidade de crentes é o santuário de Deus (versículo 16), os causadores da sua divisão (versículos 3,4) a profanam e a destroem, por isso serão destruídos como castigo pelos seus atos de sacrilégio.

Precisamos notar duas coisas. A primeira é que o contexto está falando sobre a igreja e sobre a forma pela qual ela é constituída; não está falando de uma pessoa individual ou de um cristão que caiu em pecado;

A segunda coisa é que neste verso, a palavra usada é VÓS, um plural.

Portanto, se alguém faz alguma coisa para destruir a igreja, essa pessoa está em sério problema. Deus está advertindo que Ele destruirá a pessoa que tenta destruir a sua igreja.

Devemos ter o cuidado para não tirar o versículo de todo o contexto do capítulo 3.

Mas o pior ainda, é criar uma doutrina baseando-se em um versículo isolado de todo o contexto Bíblico! :(

Quanto àquele crente que maculou o seu corpo com algum pecado e sente-se desconfortável por isso, ele deve abandonar a prática do pecado (Provérbios 28:13), desviar-se do caminho mau (II Crônicas 7:14) confessando o seu pecado ao Senhor para obter o perdão (I João 1:9), pois ele é o único que possui autoridade na terra para perdoar pecados (Mateus 9:1-8, Marcos 2:1-12, Lucas 5:17-26).