Google+ Followers

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Quanta misericórdia quando não há mérito!

  

Por HP
 
Vivemos em uma sociedade que exalta o mérito. Desde pequenas, crianças são ensinadas a estudarem para conseguirem boas notas e assim pavimentarem uma carreira profissional. Dentro de uma empresa, funcionários têm metas traçadas e se obtiverem sucesso em cumpri-las, terão direito a uma bonificação e talvez alguma promoção de cargo. Torna-se impensável alguém receber uma bonificação sem ter merecido. É uma aplicação prática da “Lei de Ação e Reação”. 

 
Na Graça de Cristo, este princípio que rege as interações sociais não existe. O único merecimento do homem por ser pecador é a ira de Deus, mas incrivelmente, Deus amou o mundo de tal maneira que enviou seu Filho amado, conforme escrito em João 3:16 em diante. 

 
Quer dizer, recebemos um bem (justificação de nossos pecados) sem merecer. Se não bastasse Deus ainda colocou em nós a Fé, para crermos que nossa salvação está em Cristo. Se ainda não fosse pouco, Deus nos constrangeu e continua nos constrangendo com Seu Amor, trazendo-nos para perto Dele, modificando a nossa índole, fazendo-nos cada vez mais idênticos a Ele, como verdadeiros filhos!

 
Tudo isso sem merecermos nada!

 
Isso em matéria de salvação, mas e se analisarmos em matéria de vida? Recebemos um corpo em funcionamento perfeito, inteligência, ar para respirarmos, vida social ao nosso redor, um sol para nos esquentar, pássaros para cantar e enfeitar o céu. 
 

 
E depois tem gente que acha que Deus é cruel! 
 

 
Nós que somos cruéis em formatarmos Deus de acordo com nossas percepções de certo/errado, de mérito ou coisas parecidas. Damos limites a um Deus infinito e formatamos um tempo para um Deus eterno. Ainda bem que Deus está muito além de tudo isso. E quem realmente entende isso, vive na alegria de servir um Deus verdadeiramente maravilhoso, pois preenchidos com o Amor Dele dentro de nós, só temos motivos para agradecê-Lo por tudo e dar-Lhe Glórias por tão inexplicável misericórdia que teve por nós. 
 

 
Por isso só me resta amar ao próximo, desejar do fundo do meu coração que todos compreendam quão maravilhoso é o Deus que criou os céus e a terra. E de maneira nenhuma querer colocar barreiras, regras, muros para que o meu próximo não encontrem a misericórdia que eu encontrei. 

 
Pena que nem todos compreendem isto. Pena que muitos ainda acham que podem conseguir fazer algo para merecer misericórdia de Deus. Tudo bem. Eu prefiro ter certeza (pela fé que Ele me deu), que mesmo eu não tendo merecimento nenhum, DEUS teve, tem e terá misericórdia de mim! 

 
NADA me separa do amor de Deus que está em Cristo Jesus. (Romanos 8:37-39)